• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Designer de MT que criou bolsas compradas por Oprah em visita ao Brasil abandonou a medicina para investir na moda; conheça


Airon Martin afirmou que ser estilista era um sonho de infância, mas cursou outras áreas para tentar “se encaixar em um padrão de masculinidade”. Airon Martin é diretor criativo da Misci
Instagram / reprodução
🌍Do interior mato-grossense para o mundo! O estilista Airon Martin, de 31 anos, criador da marca de bolsas compradas pela Oprah Winfrey em uma viagem ao Brasil, abandonou o curso de medicina para seguir o sonho na área da moda. Segundo o designer, ser estilista era um objetivo desde a infância, mas cursou outras áreas para tentar “se encaixar em um padrão de masculinidade”.
Nascido em Sinop, a a 503 km de Cuiabá, Airon, desde pequeno, desenhava vestidos e imaginava as mulheres da família os usando, mas temia pelo preconceito em seguir na indústria da moda.
O designer estudou medicina em São Paulo por dois semestres. “Desde que comecei, percebi que não me encaixaria, mas a necessidade de ter estabilidade era maior”, contou .
Mesmo na incerteza, ele decidiu abandonar a área da saúde para se arriscar na moda, o que, para ele, foi uma “virada de chave”.
“Moda ou qualquer outro curso relacionado a criação não tem muita força no nosso estado. Por isso, precisamos explorar e valorizar isso”, ressaltou.
✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 MT no WhatsApp
Modelos comprados por Oprah Winfrey
Misci / reprodução
👜Antes da marca
📚Para estudar no Instituto Europeu de Design (IED) e seguir o sonho, Airon utilizou do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) e se mudou para casa de amigos de Cuiabá que moravam em São Paulo.
“Com o FIES, prestei vestibular pro IED querendo ser designer. Vim na cara e na coragem. Fiquei na casa de uns amigos de Cuiabá que estudavam em São Paulo, até me organizar”, contou.
Em São Paulo, Airon começou a trabalhar com design de mobiliário brasileiro junto com o arquiteto Paulo Alves, e continuou secretamente desenhando roupas, mas, diferentemente de como fazia quando criança, ele desenhava peças de roupas que gostaria de usar.
✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 MT no WhatsApp
O estilista enfatizou as inspirações mato-grossenses e da cidade natal, além do amor que sente pelo estado.
“Trago a garra do Sinopense. A terra vermelha, as cores do céu, que é diferente do céu de São Paulo. Nosso céu é maior […] se inspire no que as pessoas ao seu redor menos valorizam. E julgue quem só consome e valoriza produtos internacionais”, declarou.
Apesar de ser o diretor criativo de marca autoral hoje, Airon contou que antes “tinha preconceito, pois achava que a moda era fútil e não conhecia a importância e a complexidade desse mercado”.
“No Brasil, não existe incentivos para novos talentos. Tive que cavar um modelo e um caminho que ainda não existia. Modelos de patrocínios, consultorias e até mesmo entregas de conteúdo”, pontuou.
Repercussão entre famosos
Oprah Winfrey após comprar bolsa do designer mato-grossense
Airon Martin expandiu a marca autoral após estreá-la, em 2018, no São Paulo Fashion Week, considerado o maior evento de moda do Brasil, e encantou até mesmo “uma das mulheres mais importantes da televisão mundial”, a jornalista americana Oprah. Os modelos comprados somam R$ 6,8 mil. Após isso, um dos modelos comprados por ela ficou esgotado no site da marca.
“Fazia uma semana que numa conversa com um amigo, relatei o meu top três celebridades que gostaria que usasse Misci no mundo, Oprah é uma delas. Uma das mulheres mais importantes da televisão mundial ”, contou Airon.
Além de Oprah, entre os clientes que consomem a marca do mato-grossense estão a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e a primeira-dama Janja Lula.
*Sob a supervisão de Kessillen Lopes
Adicionar aos favoritos o Link permanente.