• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Irã x Israel, a guerra de Arthur Lira contra o Planalto, a máfia do PCC entranhada em São Paulo: todos os episódios da semana de O Assunto


O Assunto é o podcast diário do g1. Perdeu algum? Aproveite o fim de semana para maratonar. Você pode ouvir O Assunto no g1, no Globoplay, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, na Deezer, na Amazon Music, no Hello You ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar.
O Assunto é o podcast diário do g1, apresentado por Natuza Nery, e publicado de segunda a sexta-feira. Perdeu algum episódio da semana? Você pode aproveitar o fim de semana para maratonar! É só colocar o fone e dar o play! Nesta semana também na apresentação: Julia Duailibi.
#1.192: Brasil – os extremos da desigualdade🎧
Ainda na década de 1970, o economista Edmar Bacha criou o termo Belíndia, uma fábula que descreve um país cujas condições socioeconômicas seriam um mix entre a riqueza da Bélgica e a pobreza da Índia. Meio século depois, esse país continua se equilibrando nas mesmas contradições – seu 1% mais rico ganha 32 vezes mais que a metade mais pobre; e na base dessa pirâmide, tentam sobreviver mais de 20 milhões de pessoas que não têm sequer o que comer todos os dias. “Se um marciano viesse à Terra e tivesse que conhecer um país para entender a realidade do planeta, o Brasil seria a melhor opção”, afirma Pedro Fernando Nery, consultor de economia no Congresso e professor do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP). Entrevistado por Julia Duailibi, o economista explica por que o país é “um caso emblemático” que resume as desigualdades globais. Ele também relata o que viu durante o período de pesquisa de seu recém-lançado livro “Extremos: um mapa para entender as desigualdades no Brasil”, quando foi presencialmente a oito lugares que exemplificam as diferenças de renda, de oportunidades e de expectativa de vida no país.
#1.193: Irã x Israel – os riscos da escalada do conflito🎧
A ofensiva iraniana do último sábado (13) sobre o território israelense ocorreu depois de duas semanas de ameaças. No dia 1° de abril, Israel havia bombardeado um posto diplomático do Irã na Síria – sob alegação de que o regime iraniano financia os grupos armados Hezbollah e Hamas. A relação de conflito entre os dois país remete a décadas de “guerra silenciosa”, como explica João Koatz Miragaya a Natuza Nery neste episódio. Diretamente de Israel, onde mora, Miragaya, que é mestre em história pela Universidade de Tel-Aviv e colaborador do Instituto Brasil Israel, analisa o grau de ineditismo do ataque de drones e mísseis do Irã sobre Israel e os interesses internos e externos que orientam os dois países. Ele também avalia as consequências desta crise para o futuro da guerra em Gaza e os riscos de escalada para uma guerra generalizada no Oriente Médio.
#1.194: PCC – a máfia entranhada em São Paulo🎧
No intervalo de uma semana, duas operações lideradas pelo Ministério Público revelaram diferentes frentes de atuação do crime organizado no Estado de São Paulo. Na operação Fim da Linha, foram alvo duas empresas de ônibus que operam para a Prefeitura da capital paulista, com o intuito de lavar dinheiro do tráfico e de outros crimes – só no ano passado, as duas faturaram, juntas, mais de R$ 800 milhões. Nesta terça-feira, a operação Munditia relacionou pelo menos 3 vereadores de cidades da Região Metropolitana e Baixada Santista a licitações fraudadas – que somam mais de R$ 200 milhões nos últimos anos. Em comum: a relação promíscua entre agentes do Estado com a maior facção criminosa do Brasil. Neste episódio, Bruno Tavares, repórter da TV Globo, descreve as descobertas do MP paulista nas duas frentes de atuação e quais os próximos passos. Natuza Nery entrevista também Bruno Paes Manso, pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da USP e autor do livro “A guerra: a ascensão do PCC e o mundo do crime no Brasil”. Bruno Paes Manso explica como o PCC, desde sua fundação, se organizou para estender seus tentáculos nos cofres públicos e até posições de destaque na política.
#1.195: A guerra de Arthur Lira contra o Planalto🎧
As críticas do presidente da Câmara ao ministro Alexandre Padilha (PT) – responsável pela articulação política do governo com o Congresso – datam de meses. Mas, na última semana, Arthur Lira (PP) subiu o tom e chamou o ministro de “incompetente”: disparo dado depois de ser questionado sobre uma possível fragilidade de sua liderança à frente da Casa. Ao saber do bombardeio sofrido por seu ministro, o presidente Lula (PT) entrou em cena e dobrou a aposta: defendeu Padilha abertamente, e o governo exonerou um primo de Lira da superintendência regional do Incra em Alagoas. Do outro lado, Lira abriu sua caixa de ferramentas: ele ameaça com uma série de “pautas-problema” para o Executivo, entre elas a instalação de CPIs – um incômodo às vésperas das eleições municipais. “É o pior momento, sem dúvida alguma”, afirma o cientista político Fernando Abrucio, professor da FGV-SP, sobre a relação entre o comando da Câmara e o Planalto. Em entrevista a Natuza Nery, Abrucio analisa a guerra deflagrada e avalia o que cada lado tem a ganhar e a perder: “Há uma dissonância cognitiva entre os dois. Lira não será o primeiro-ministro que foi com Bolsonaro, e Lula 3 não será como foi Lula 1 e Lula 2”, resume.
#1.196: Rogério Andrade – a decisão que beneficiou o bicheiro 🎧
Herdeiro das atividades de contravenção do clã Andrade e uma das figuras mais temidas do Rio de Janeiro há décadas, Rogério tem em sua ficha corrida vários atentados contra si – um deles, em 2010, matou seu filho de 17 anos – e também denúncias de crimes diversos, entre eles assassinatos, organização criminosa e pagamento de propina a agentes públicos. Uma dessas acusações o levou à cadeia, mas por apenas quatro meses: Jorge Mussi, ministro do Superior Tribunal de Justiça, hoje aposentado, soltou o bicheiro em 2022, após o nome dele constar até na lista dos mais procurados da Interpol. Na mais alta esfera do Judiciário, o ministro Nunes Marques, do STF, decidiu a favor de Rogério Andrade por três vezes. A mais recente dela foi um despacho sigiloso que libera o contraventor de usar a tornozeleira eletrônica e de atender o recolhimento domiciliar noturno. Neste episódio, Natuza Nery conversa com Octavio Guedes, colunista do g1 e comentarista da GloboNews, para explicar quem é este personagem, a quais crimes ele responde na Justiça e por que ele consegue sempre escapar do alcance das leis.
VEJA CORTES DO ASSUNTO EM VÍDEO
O podcast O Assunto é produzido por: Mônica Mariotti, Amanda Polato, Carol Lorencetti, Gabriel de Campos, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski e Sarah Resende. Nesta semana na apresentação: Julia Duailibi.
Natuza Nery comanda o podcast O Assunto
g1
Adicionar aos favoritos o Link permanente.