• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Motorola Edge 50 Pro estreia com chip Snapdragon 7 e câmeras Pantone

Motorola Edge 50 Pro estreia com chip Snapdragon 7 e câmeras PantoneRenan da Silva Dores

Seguindo a série de teasers divulgados nos últimos dias, a Motorola lançou nesta quarta-feira (3) o Motorola Edge 50 Pro, primeiro modelo premium da família Edge para este ano. A novidade chega como uma aposta curiosa ao trazer downgrades notáveis em comparação ao Edge 40 Pro, apesar de chamar atenção por aspectos como a tela e câmeras certificadas pela Pantone, a recarga de alta velocidade e a adoção de uma nova interface com recursos de IA.

O lançamento da Motorola começa a se destacar pelo visual, diferente do vidro curvado por todos os lados visto no Edge 40 Pro, e próximo ao que a marca empregou no mais simples Edge 40.

A traseira agora é feita em tecido que imita couro nas cores Black Beauty (preto) e Luxe Lavender (violeta), havendo acetato na opção especial Moonlight Pearl (branco perolado), desenvolvida em parceria com o estúdio de design italiano Mazzucchelli 1849 — segundo a marca, cada unidade da edição especial ofereceria padrões únicos. Fora isso, o módulo de câmeras cresceu e está mais mesclado ao painel traseiro.

CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito. –

As semelhanças com o Edge 40 padrão se estendem para o processamento, um dos pontos que deve gerar mais discussão em torno do Edge 50 Pro: temos por aqui o processador Snapdragon 7 Gen 3, plataforma bem menos potente que o Snapdragon 8 Gen 2 utilizado no Edge 40 Pro. Segundo benchmaks, a redução de desempenho vai de 70% a 100%.

Presente em concorrentes como o recém-lançado OnePlus Nord CE 4, o 7 Gen 3 seria em torno de 15% mais rápido que o MediaTek Dimensity 8020 do Edge 40, o que permite que levantemos teorias a respeito de uma reorganização da linha Edge.

É provável que a gigante tenha preparado o Edge 50 Pro como um sucessor para o Edge 40 padrão, visando levar a família para patamares mais baixos de preço sem sacrificar tanto os recursos. Reforça essa possibilidade os vazamentos em torno do Edge 50 Fusion, que poderia seguir uma estratégia similar ao adotar um chip da série Snapdragon 6.

De toda forma, sem uma declaração oficial da Motorola, é difícil saber os reais planos da marca. Além disso, acompanhado de 8 GB ou 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento, o Snapdragon 7 Gen 3 ainda é um chip muito competente, que deve lidar com certa tranquilidade até quando exposto a tarefas e jogos mais pesados.

A proposta mais premium volta a se destacar na tela, que conta com um painel OLED de 6,7 polegadas, resolução 1,5K de 2712 x 1220 pixels e taxa de atualização de 144 Hz. O brilho acompanha os smartphones mais caros do mercado ao atingir 2.000 nits, e há suporte a HDR no padrão HDR10+, junto de proteção com vidro Gorilla Glass de versão não especificada. Uma das novidades mais interessantes é a certificação de cores Pantone, obtida pela primeira vez por um celular, que garante que o dispositivo ofereça cores e tons de pele precisos.

A certificação também é válida para as câmeras, embarcadas com um trio de lentes robusto. O conjunto é composto de sensor principal de 50 MP com abertura de f/1.4 — uma das maiores disponíveis em celulares —, foco por laser e detecção de fase (PDAF), bem como estabilização óptica (OIS), auxiliado por uma ultrawide de 13 MP com função macro e campo de visão de 120°, e uma telefoto de 10 MP com zoom óptico de 3x e OIS. Para selfies, o telefone traz uma lente de 50 MP, com foco automático.

Os recursos de fotografia do Edge 50 Pro são aprimorados pela Moto AI, a suíte de Inteligência Artificial da Motorola, que inclui rastreamento de rostos, estabilização aprimorada e o “AI Photo Enhancement Engine”, algoritmo responsável por entregar cores, contraste e processamento geral da imagem melhorados.

Na bateria, o dispositivo traz capacidade modesta de 4.500 mAh, que acaba compensada pela recarga rápida de 125 W, cuja promessa é de recuperar 100% da carga em apenas 18 minutos. O carregamento sem fio também é veloz ao atingir 50 W, mas é preciso adquirir o carregador proprietário da marca para usar a potência máxima.

Há ainda um ponto não muito agradável nessa área: o adaptador de 125 W só está incluso na caixa na versão de 12 GB/256 GB — quem adquirir o modelo mais simples de 8 GB/256 GB receberá apenas um carregador de 68 W — ainda não se sabe qual versão chegará ao Brasil. A velocidade é acima da média, mas interessados na potência mais alta precisão ter um gasto extra para aproveitá-la, limitação que não deixa de ser desanimadora.

Fecha o pacote de novidades o sistema operacional, com a chegada de uma nova interface de usuário focada em Inteligência Artificial. Baseada no Android 14, a Hello UX traz alguns ajustes visuais e recursos novos, como a já citada Moto AI, um gerador de papéis de parede e o Motorola Smart Connect, a solução de ecossistema da marca para possibilitar a comunicação contínua e mais integrada entre smartphones Motorola e notebooks da Lenovo.

Unleash your inner artist with #MotorolaEdge50Pro! AI-Powered Camera, Pantone display turn moments into art. Special launch offer: ₹2000 off, net price from ₹27,999/-. Sale starts 9th April @Flipkart, https://t.co/azcEfy1Wlo, & all leading retail stores.#IntelligenceMeetsArt

— Motorola India (@motorolaindia) April 3, 2024

A mudança vem acompanhada de uma promessa mais sólida de suporte de software: a companhia afirma que disponibilizará três grandes atualizações de sistema, devendo levar o aparelho ao Android 17, e quatro anos de updates trimestrais de segurança.

No mais, o Edge 50 Pro conta com conectividade 5G, Wi-Fi 6E, Bluetooth 5.4, NFC, som estéreo com áudio espacial Dolby Atmos, leitor de digitais sob a tela, porta USB-C 3.1 de maior velocidade e certificação IP68 de resistência à água e poeira.

Preço e disponibilidade

O Motorola Edge 50 Pro chega primeiro à Índia na próxima terça-feira (9), com preços sugeridos de 31.999 rupias (~R$ 1.945) para a variante de 8 GB/256 GB, e de 35.999 rupias (~R$ 2.200) para o modelo de 12 GB/256 GB.

Ainda não há informações sobre disponibilidade em outros países, mas é questão de tempo para a Motorola divulgar novidades, inclusive no Brasil — o aparelho e até seu carregador sem fio já foram certificados pela Anatel, estando prontos para serem vendidos por aqui.

Motorola Edge 50 Pro: ficha técnica

  • Tela: OLED de 6,7 polegadas, resolução 1,5K de 2712 x 1220 pixels, taxa de atualização de 144 Hz, HDR com HDR10+, pico de brilho de 2.000 nits
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 7 Gen 3
  • Memória RAM: 8 GB ou 12 GB LPDDR4
  • Armazenamento interno: 256 GB
  • Câmera traseira: 50 MP (Principal, f/1.4, Laser + PDAF, OIS) + 13 MP (Ultrawide/Macro, f/2.2, 120°) + 10 MP (Telefoto, zoom óptico de 3x, OIS)
  • Câmera frontal: 50 MP (f/2.0, AF)
  • Dimensões: 161,3 x 72,4 x 8,2 mm
  • Peso: 186 g
  • Bateria: 4.500 mAh com carregamento de 125 W
  • Extras: 5G, Wi-Fi 6E, Bluetooth 5.4, NFC, USB-C 3.1, som estéreo com Dolby Atmos, leitor de digitais sob a tela, certificação IP68
  • Cores disponíveis: Black Beauty (preto), Luxe Lavender (violeta) e Moonlight Pearl (pérola)
  • Sistema operacional: Android 14, sob a Hello UX

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Adicionar aos favoritos o Link permanente.