• New Page 1

    RSSFacebookYouTubeInstagramTwitterYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTubeYouTube  

Homem é filmado atirando contra a ex em salão de beleza em Goiás; vídeo


Autor do crime fugiu, mas foi preso horas depois, segundo a polícia. Hospital informou que o estado de saúde da jovem é regular e ela está consciente. Homem é filmado atirando contra a ex em salão de beleza em Goiás
A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) divulgou que um homem de 35 anos foi preso por tentar matar a ex-namorada em um salão de beleza em Goiatuba, no sul de Goiás. Imagens de câmera de segurança mostram o investigado chegando ao local e atirando contra a ex (assista acima).
“O autor adentrou no estabelecimento e chamou a vítima para conversar, momento em que a testemunha chamou a vítima para dar início ao atendimento, o autor efetuou dois disparos contra a vítima pelas costas”, descreveu a Polícia Militar.
O caso aconteceu na manhã da última terça-feira (28) enquanto a jovem aguardava atendimento, segundo a Polícia Civil de Goiás (PC-GO). A jovem foi levada ao Hospital Municipal e encaminhada de helicóptero para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).
À TV Anhanguera, o Hugol informou que o estado de saúde da jovem é regular e ela está consciente.
À Polícia Militar (PM) uma testemunha contou que a jovem relatou que estava sendo ameaçada pelo suspeito e no dia anterior ao crime ele a agrediu com tapas e empurrões.
Fuga e prisão
Um homem de 35 anos foi preso suspeito de tentar matar a ex-namorada em um salão de beleza em Goiatuba
Divulgação/PC-GO
A PC-GO informou que as câmeras de segurança registraram o momento em que o suspeito fugiu com um veículo. Segundo a instituição, policiais encontraram o veículo abandonado e verificaram em outras câmeras que o suspeito o abandonou e encontrou no carro de outra pessoa para fugir.
O suspeito foi encontrado na casa de um parente no fim da tarde de terça-feira. Com ele, estava a arma usada no crime e munições, de acordo com a polícia.
Na delegacia, acompanhado de uma advogada, o suspeito ficou em silêncio durante o interrogatório, segundo a PC-GO. O investigado foi encaminhado à Unidade Prisional.
Adicionar aos favoritos o Link permanente.